terça-feira, 2 de novembro de 2010

Rina.

Bola de neve Paranagua.

Batalha Espiritual.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

E AFIRMO A VOCÊS QUE ISTO TAMBÉM É VERDADE: TODAS AS VEZES QUE DOIS DE VOCÊS QUE ESTÃO NA TERRA PEDIREM A MESMA COISA EM ORAÇÃO, ISSO SERÁ FEITO PELO MEU PAI QUE ESTÁ NO CÉU. PORQUE, ONDE DOIS OU TRÊS ESTÃO JUNTOS EM MEU NOME, EU ESTOU ALI COM ELES. (MATEUS 18: 19 -20)

Que Palavra poderosa! Essa passagem é uma revelação de Jesus para aqueles que vão promover mudanças por onde passarem. Além disso é um forte convite a unidade, porque deixa claro que quando buscamos estar juntos em oração estamos agradando a Deus a ponto de mover Seu coração ao nosso favor. Seja em grupos familiares, na igreja, com amigos, a oração deve ser um hábito. Seu bairro, sua rua, sua casa, você! Já te ocorreu que se toda vez que você encontrar um (alguns) irmão(s) começar a orar com ele (s) a favor de nossa cidade e região será alcançada pela promessa do Senhor! Então não se esqueça, juntos podemos ser ferramenta nas mãos de Deus. A Palavra de Deus nos garante que podemos operar mudanças através da oração.

http://www.curitibagospel.com/devocional.asp

Oração:
Venha o teu Reino.Que a tua vontade seja feita aqui na terra como é feita no céu!(Mateus 6: 10)

Já parou pra pensar como é no céu?
Sem dor, fome, doenças... etc. É assim que Jesus quer que seja aqui na terra como é nos céu!...
Amém

Venha Senhor o seu reino inabalável!

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Viver como Cristo.

QUEM DIZ QUE É UNIDO COM DEUS DEVE VIVER COMO JESUS CRISTO VIVEU. (1 JOÃO 2:6)



Simples assim! Quem diz estar unido com Deus, deve agir como Jesus. Isso, como sempre falamos, implica saber como ele viveu, através da análise da Bíblia. É nela que vemos suas atitudes e muitas vezes paramos para pensar: O que temos feito? Como tratamos os mendigos? O que fazemos para ajudar no resgate de uma prostituta? E por missões? Como agimos diante de enfermos, presos? São tantas questões. Mas a resposta certa é aquela que puder ser comparada com a vida que Jesus levou. Às vezes você pode pensar: “mas é tanta coisa pra fazer!” Sim! É sim! Enquanto estamos nesse mundo, devemos estar prontos a dar continuidade ao que Jesus iniciou. Claro, você não precisa visitar um doente, um preso, alimentar os pobres, evangelizar nas noites, tudo ao mesmo tempo, para isso o Corpo tem muitas células, cada uma com sua função. Só não fique parado! Essa terra onde somos peregrinos é lugar de ação, de trabalharmos com empenho para anunciar e expandir o Reino de Deus. A recompensa já começa aqui, mas o melhor mesmo teremos eternamente, em tudo o que Deus tem preparado para aqueles que viveram até o fim como Jesus Cristo viveu. Seja um desses! Deus conhece nossas limitações e fraquezas, e por isso nos dá poder para seguirmos firmes. Receba desse poder! Não por um simples devocional, mas pelo propósito de Deus de te ver vitorioso, com tudo o que Jesus conquistou para ti, que te capacita a servir e amar ao próximo, a ter autoridade sobre as trevas e dá vida eterna!
Creia nisso!
fonte: http://www.curitibagospel.com/devocional.asp

A palavra Cristão quer dizer semelhante a Cristo, igual a Cristo, seguidor de Cristo.





Leia tbm:
http://naomordamaca.com/2010/09/23/merece-ser-lembrado2/

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Convite à gratidão

Como é bom estar diante de pessoas gratas a Deus, pessoas com humildade o suficiente para reconhecer a mão do Senhor, sua ajuda e seu favor operando em suas vidas. Contrariamente, é triste presenciar o pronunciamento de afirmações do tipo, “Eu consegui!”, “Eu conquistei!”, “Eu fiz!”, da parte de pessoas que, cheias de soberba e orgulho, não percebem que sem a bênção de Deus e sua aprovação não chegariam a lugar algum neste mundo.

Deus está no controle e precisamos entender que nada acontece sem que ele o permita; e que é necessária a consciência de que, se você tem conquistado, se tem “alargado as estacas da sua tenda” e recebido bênçãos do Altíssimo, deve apresentar a sua gratidão a ele. É o mínimo que Deus espera de nós, uma vez que nos tem agraciado com todas as coisas. Desde o ar que respiramos, Deus nos tem dado tudo de que necessitamos, tem cuidado das nossas vidas.

A gratidão é um dos segredos da felicidade. Uma pessoa grata é muito mais generosa, relaciona-se melhor socialmente, é mais feliz. Uma pessoa grata consegue adorar Deus “em espírito e em verdade”. Ela compreende que sem Deus não poderá fazer nada. Por isso, comece a pensar no que Deus tem feito por você, também, e apresente-se a ele com gratidão. Isso o levará a um novo nível de intimidade e conhecimento do nosso Senhor.

Fique na paz,

Ap. Rina

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Soldado Ferido

Dois exércitos declaram guerra entre si, e durante algum tempo você luta ferozmente, pois acredita na vitória e no motivo pelo qual esta lutando.

Mas durante os intermináveis combates você é atingido por diversos estilhaços de bombas e tiros de raspão, e acaba indo para enfermaria por diversas vezes tratar dos ferimentos causados pelo exército inimigo.

O tempo se vai e você acaba pensando que o inimigo é mais poderoso, e até que é melhor estar do lado de lá, pois a vitória nunca vem e também por causa dos diversos ferimentos sofridos nesta interminável batalha.

Finalmente escolhe mudar de lado, e consequentemente se sente melhor, pois o seu inimigo agora o protege e o seu antigo exército parece não lutar contra você, pois o amam, a luta já não é tão intensa como antes, e você até mesmo pode cochilar pois já não haverá estilhaços de bombas lhe ferindo, não há nem mesmo uma enfermaria, pois seu atual inimigo combate o mal com o bem.

E suas lutas nem são lutas, mais parecem birras e rebeldias, você nem sabe mais pelo quê está lutando, se sente confortável agora. Há apenas uma sensação de se deixar levar por algo que é ruim e ao mesmo tempo excitante.

Mesmo sabendo que a causa pela qual lutara antes era verdadeira, você acaba se acomodando com a vida tranquila no exército que está.

Até que um dia descobre que o fim da guerra esta próximo, e que durante toda ela você e muitos dos seus companheiros estavam dormindo e não viram seu antigo exército ganhar forças e colocar seu atual líder debaixo dos pés deles, e que o fim para os que estavam nesse exército era sofrer eternamente por ter lutado em uma causa injusta. E a causa era a derrota do próprio homem.

Todos os homens lutam nessa guerra, alguns com os olhos abertos pelo entendimento da verdade, outros com os olhos fechados pela incredulidade e outros fecham seus olhos por causa do cansaço.

Deus o que eu te peço é: Abra os olhos dos cegos, mantenha os olhos dos seus servos vigilantes para a batalha, sara os que estiverem feridos, em nome de Jesus.

Márcio Michel

http://naomordamaca.com/2010/09/09/soldado-ferido/

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Tempo pra tudo!

"Tudo neste mundo tem o seu tempo; cada coisa tem a sua ocasião. Há tempo de nascer e tempo de morrer; tempo de plantar e tempo de arrancar;tempo de matar e tempo de curar; tempo de derrubar e tempo de construir. Há tempo de ficar triste e tempo de se alegrar; tempo de chorar e tempo de dançar; tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntá-las; tempo de abraçar e tempo de afastar. Há tempo de procurar e tempo de perder; tempo de economizar e tempo de desperdiçar; tempo de rasgar e tempo de remendar; tempo de ficar calado e tempo de falar.Há tempo de amar e tempo de odiar; tempo de guerra e tempo de paz."(Eclesiastes 3)

Amados vamos buscar em Deus o nosso tempo, e sempre crendo que o que Ele prometeu pra sua vida, Ele irá cumprir, mesmo que tudo pareça contrario.

"Porque vivemos pela fé e não pelo que vemos."(2 Coríntios 5:7)
Amém?

Sempre lembrando, "Deus não é como os homens, que mentem; não é um ser humano, que muda de idéia. Quando foi que Deus prometeu e não cumpriu? Ele diz que faz e faz mesmo"(números 23: 19)

Jesus nos diz: "No mundo vocês vão sofrer; mas tenham coragem. Eu venci o mundo." (João 16:33)

Vai valer a pena!


quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Se você realmente quer? Deus irá lhe ajudar!

Salmos 25:8

A paz do Senhor esteja contigo nesse dia maravilhoso!
Hoje temos uma palavra abençoada para nos despertar, por isso afirmo, com certeza, que se você aceitar àquilo que Deus lhe disser para fazer, "uma nova pessoa estará surgindo".
Atente-se para o que escreveu Davi no Salmo 25, versículo 8:
"Bom e reto é o Senhor, por isso, APONTA o caminho aos pecadores."
Deixe a sua vontade, seus pensamentos, seus planos, seus erros, enfim, seu "EU" e vá pelo caminho que o Senhor Jesus lhe indicar.
As respostas que você precisa e as decisões a serem tomadas estão na Bíblia Sagrada, portanto, pegue-a, leia e tenha PAZ.
Deus quer lhe tirar dessa, e você realmente quer sair?
Diga a Deus que à partir de agora você quer àquilo que Ele tem para você e que a vontade dEle será a sua vontade.
Em Cristo,

Ev. Eder Garcia - Projeto DeusBom


Fonte: Deus Bom

http://www.curitibagospel.com/devocional.asp

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Fé!
Hebeus 11
1-Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
8-Pela fé Abraão, quando chamado, obedeceu e dirigiu-se a um lugar que mais tarde receberia como herança, embora não soubesse para onde estava indo.
“Muitos de nós queremos ver o fim do caminho antes de nos lançarmos na nova empresa. Se pudéssemos ver, e vìssemos, como iríamos desenvolver nossas graças Cristãs ( os presentes de Deus). A fé, a esperança e o amor não são colhidos de árvores, como as maças. Temos que dar o primeiro passo; e o primeiro passo é a chave que libera a corrente do poder de Deus. E não é verdade que Deus ajuda a quem se ajuda , mas também ajuda aqueles que não podem ajudar-se. “Podemos depender dele o tempo todo.Esperar em Deus leva-nos ao fim da nossa jornada muito mais depressa do que os nossos pés” “ - Manciais no deserto.

Em Daniel 6 – Vemos que Deus não livrou Daniel da cova, mais na cova.
A Paz galera!

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Você tem potencial

Nós, infelizmente, temos a tendência de ver somente os nossos defeitos. Se, ao invés de você ficar vendo os defeitos das pessoas, começar a olhar para o potencial delas, você viverá bem melhor.

O potencial é uma habilidade adormecida, é um poder reservado, uma força não usada. É tudo que nunca se viu, mas existe. Deus criou todas as coisas com potencial. Antes de saber o potencial de alguém ou de alguma coisa, precisamos saber para que propósito esse potencial foi criado.

Deus criou o ser humano com incrível e ilimitado potencial, mas geralmente só olhamos a semente e não conseguimos visualizar a árvore que ela pode se transformar. Devemos visualizar todas as situações da nossa vida com potencial, nosso trabalho, nosso casamento e tudo mais.

Todo potencial está ligado a um propósito. Mas, antes de entender o potencial eu tenho que conhecer o propósito de todas as coisas.

Leia: Provérbios 4:7

A sabedoria de Deus não pode ser encontrada nos livros, mas está em conhecer o propósito de tudo. Isso é a Sabedoria Divina. Em I Coríntios 1: 18–25, Paulo desafia a sabedoria desse mundo. Sua sabedoria é loucura. Com base nisso, o que é sabedoria? O que precisamos buscar para nós mesmos? Deus considera loucura toda sabedoria para arquitetar o mau.

A Sabedoria Divina é comparada a Cruz de Cristo. A cruz é um enigma sobrenatural que não pode ser desvendado por sabedoria natural. A sabedoria humana se atrapalha quando o assunto é Jesus Cristo. Você nasceu com uma sabedoria vinda de Deus. Estamos cheios de potencial, parte de Deus veio para nós quando nascemos. A algo dentro de você que precisa ser encontrado.

A cruz de Cristo abriu caminho para a sabedoria de Deus. O sangue derramado nos liberta. Muitas pessoas vivem por inércia e passam a sua vida sem saber o propósito para que foram criadas. Você só saberá o propósito da sua existência se estiver conectada a Deus. Só há um meio para saber esse propósito. Esse meio é Jesus Cristo.

A mesma inteligência que estava sobre Jesus pode estar sobre você. Você foi criado para algo diferente do que você está vivendo. Nada pode te aprisionar. Eu sei o que Deus espera de mim e esta percepção começa a transformar você numa pessoa melhor. Você foi criado por um Deus de amor e sua vida começa a entrar no eixo. Deus te dá a satisfação que nada no mundo pode te dar.

Comece a se encher de Deus, da alegria que ninguém entende e nem explica e isso te levará para uma condição onde você passa do potencial para a realidade. Porém, existem coisas em nós que ainda não foram descobertas, por isso o Espírito Santo de Deus a todo o instante nos mostra novas descobertas. O que você precisa está além de orar, jejuar e louvar. Sua busca fica maior e você começa a entender os propósitos quando a Sabedoria de Deus está na sua frente.

Quando você se enche daquilo que Deus tem, você se sente saciado, para isso devemos nos aproximar, pois o que procuramos está Nele. Nós vivemos em uma época em que pessoas com autoridade na Terra estão mais preocupados com o aquecimento global, com a globalização, do que entender porque estamos aqui.

Deus se interessa por nós. Por isso comece a cavar e experimente da Sabedoria Divina na sua vida.

Afinal, você tem potencial.

Ap. Rina

Inabaláveis por meio da fé

O capítulo 125 do Livro de Salmos atesta sobre aqueles que confiam no Senhor, de que são comparáveis aos montes de Sião, que não se abalam, mas “permanecem para sempre” (v. 1). Como é gratificante encontrarmos pessoas assim!

Os que vivem nessa condição são pessoas inabaláveis que, revestidas com um espírito de fortaleza, são capazes de vencer toda e qualquer adversidade, sem se desgastarem ou desesperarem-se de algum modo.

Essas pessoas também se mantêm bem com Deus, com suas famílias e consigo mesmas. Não obstante às lutas diárias que tenham de enfrentar, conseguem atravessar as fases ruins sem imputar culpa a outros ou desequilibrarem-se, uma condição invejável, uma vez que geralmente temos a tendência ou a representar um papel contrário ao que estamos vivendo ou a magoar os que estão ao nosso redor quando as coisas não vão bem.

Essa condição é obtida por meio da fé. Aquele que crê entende que há um Deus provedor, um Deus de amor que nos sustenta e que escuta e responde as nossas orações. Assim, à medida que aprende a confiar e a entregar os seus problemas, suas metas e desafios não mais lhe pertencem, mas passam a ser compartilhadas por Deus, o que fará toda a diferença.

Fique na paz,

Ap. Rina

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Clame a Deus na angústia

O texto desta mensagem encontra-se no capítulo 102 do Livro de Salmos, cujos versos 1 e 2 expressam o seguinte: “Ouve, Senhor, a minha súplica e cheguem a ti os meus clamores. Não me ocultes o rosto no dia da minha angústia; inclina-me os ouvidos no dia em que eu clamar e dá-te pressa em acudir-me”. Esse trecho exemplifica um momento de angústia do salmista, mas também um instante de esperança em Deus.

Todos temos os nossos dias de angústia, aqueles em que uma má notícia bate à porta, em que o telefone toca com palavras que não queríamos escutar, os dias em que a vida parece nos estar pregando uma peça. Há outras angústias, também, as que ocorrem quando nos sentimos incompreendidos e desvalorizados. É comum, por exemplo, que as pessoas em quem mais confiamos sejam as que mais nos machucam. Esses momentos certamente roubam a nossa alegria, deixando-nos abatidos, com um peso sobre as costas que, por vezes, chegam mesmo a impedir a nossa caminhada.

Nesses momentos precisamos ser acudidos por Deus, precisamos ver a sua graça se manifestar a ponto de transformar o nosso estado de espírito, de modo a que a esperança brote novamente no nosso coração. Mas é preciso clamar. É necessário uma atitude semelhante à do salmista, de súplica diante do Altíssimo e exposição, sem restrições, de tudo o que nos perturba e deve ser mudado.

Afinal, as angústias não podem durar para sempre e poderão ter uma vida ainda mais curta se atentarmos para o que a Bíblia ensina. Quando clamamos, voltamo-nos para Deus, entendemos o quanto somos importantes e amados e, naturalmente, começamos a ter uma ótica diferenciada, começamos a nos enxergar como Deus nos enxerga e a dar a nós mesmos o valor que Ele nos dá.

Deus nos ensina a considerarmos a nós mesmos como seus filhos, como pessoas especiais, cheias de dons e talentos, o que talvez não conseguíssemos quando na dependência do reconhecimento humano. Pense, então, que o seu clamor vai produzir aquilo de que realmente necessita, a palavra do céu, que lhe trará a verdadeira alegria. Ela certamente vai transformar o seu viver.

Em Cristo,

Ap. Rina

http://www.boladenevechurch.com.br/mensagem_pop.php?cod=334

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Para Jesus essa pessoa tem jeito sim!

Lucas 23:39 ao 43 - Pau que nasce torto, nem sempre morre torto!
Bom dia a todos! Queremos compartilhar com vocês essa passagem bíblica que muito nos edifica. Fala de dois homens que foram crucificados juntamente com Jesus, ambos tortos, porém um não morreu torto. Evangelho de Lucas no capítulo 23:

38 - Por cima dele estava esta inscrição [em letras gregas, romanas e hebraicas:] ESTE É O REI DOS JUDEUS.
39 - Então um dos malfeitores que estavam pendurados, blasfemava dele, dizendo: Não és tu o Cristo? Salva-te a ti mesmo e a nós.
40 - Respondendo, porém, o outro, repreendia-o, dizendo: Nem ao menos temes a Deus, estando na mesma condenação?
41 - E nós, na verdade, com justiça; porque recebemos o que os nossos feitos merecem; mas este nenhum mal fez.
42 - Então disse: Jesus, lembra-te de mim, quando entrares no teu reino.
43 - Respondeu-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso.
Naquela época somente eram crucificados o mau caráter, bandidos perigosos e sanguinários, enfim, os indesejáveis e desprezíveis. Conforme você pode ler acima no texto bíblico, um deles desprezou e zombou de Jesus e o outro se rendeu ao amor de Deus e naquele mesmo dia foi para o paraíso. O que desejamos lhe transmitir é que: seja você, um familiar seu, um amigo, vizinho, chefe, patrão, não importa quem, "para Jesus essa pessoa tem jeito sim", portanto, continue acreditando, as pessoas mudam sim. Se tem alguém especialista em transformar a vida de mentirosos, adúlteros, viciados, delinquentes, bêbados, exaltados, soberbos, confusos, depressivos, reclamões, etc; "esse alguém se chama Jesus Cristo!" Creia nEle. Em Cristo!

Ev. Eder Garcia - Projeto DeusBom


Fonte: Deus Bom
http://www.curitibagospel.com/devocional.asp

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Radical


Nos momentos de adrenalina, de muita onda e contato com a natureza, o relacionamento com Deus é essencial. As situações radicais experimentadas pelos esportistas fazem-nos pensar em uma vida de extremos — o que realmente ocorre —, mas nos levam também a examinar o real significado de ser radical.

Primeiramente, existe o pensamento secular de que, para ser radical, é necessário ser “maluco”, ultrapassar os limites e viver uma vida desregrada. Para os partidários dessa idéia, o radicalismo está associado a noites em claro, regadas a drogas e a uma condição de destaque no convívio social por esse tipo de “façanha”.

O que a Bíblia nos orienta, no entanto, é exatamente o contrário:.ser radical não é fazer o que a massa já faz, mas remar contra a maré. A vida radical, de acordo com os princípios bíblicos, sugere a idéia de que, se todos estão se destruindo por meio das drogas, você é aquele(a) que tem saúde, cuja vida é focada, que não precisa de aditivos para ser feliz e ter paz no coração.

Do mesmo modo, se ninguém tem religião e todos acham que isso não deve ser levado em consideração, você é aquele(a) que tem um relacionamento com Deus, que tem uma vida de oração, de leitura da Palavra de Deus, e cuja vida é iluminada em função disso.

Ser radical é viver contra as coisas que o mundo nos dita como certas. É saber que, enquanto todos procuram o maior número possível de parceiros, o número maior possível de “baladas”, você está junto da(o) sua/seu namorada(o), almejando constituir uma família, procurando fazer aquilo que é correto. Isso também lhe dá a segurança de ter uma pessoa que o(a) ama, que cuida de você e o(a) protege e que deseja honrá-lo(a) e respeitá-lo(a).

Ser radical é saber que tudo o que Deus tem para as nossas vidas, por mais que pareça diferente daquilo que o mundo oferece, vai lhe trazer benefícios e ajudá-lo(a) a ficar mais próximo de Deus. Ser radical é não se deixar influenciar por uma cultura que nos ensina o que é contrário a Deus e permitir-se influenciar pela cultura da Bíblia Sagrada, a Palavra de Deus, uma vez que ela foi escrita para nos revelar a vontade do Criador para o ser humano.

E, se foi Ele quem nos criou, ninguém melhor do que Ele para saber qual a melhor maneira de vivermos. Por isso, radicalize todos os aspectos da sua vida, principalmente o espiritual. Busque Deus de todo o seu coração e procure transformar a sua vontade de radicalizar em santidade, em seriedade com relação às coisas espirituais, em um pacto, uma aliança verdadeira com Deus. Isso o(a) levará a uma nova condição e você, em pouco tempo, perceberá que vale a pena confiar em Deus, vale a pena confiar na Sua Palavra, vale a pena ser radical.

Fique na paz,

Ap. Rina

http://www.boladenevechurch.com.br/mensagem_pop.php?cod=202

segunda-feira, 26 de julho de 2010

"PRECISO DE ALGO QUE ME DE ALEGRIA".

COMO SUSPIRA A CORÇA PELAS CORRENTES DAS ÁGUAS, ASSIM, POR TI, Ó DEUS, SUSPIRA A MINHA ALMA. (SALMO 42:1)



Salmo 42:1 - "PRECISO DE ALGO QUE ME DE ALEGRIA".
Se você sente falta de alegria, esperança, realização, saiba que tudo isso pode ser suprido pelo Espírito Santo de Deus, pois ele é quem nos sustenta e sua alegria é nossa força. Você pode passar anos buscando algo sem saber o que é para preencher este vazio que há dentro ti, mas ele só será preenchido pela presença de Deus em sua vida. Digo isso, pois durante um tempo eu andei desta maneira, ansioso, procurando em todas as situações algo que me completasse ou que me trouxesse alegria, mas tudo que encontrava era passageiro e ainda me trazia decepções terríveis. Só consegui preencher este vazio quando abri mão de conceitos que haviam sido gerados no meu interior e resolvi ouvir minha consciência. Descobri que o vazio que existia dentro de mim era um espaço reservado para o Espírito Santo de DEUS, e que a melhor solução era me abrir para conhecê-lo. Só assim este espaço poderia ser cheio. A Bíblia diz que: O Senhor sonda os corações e sabe realmente o que é necessário para nos satisfazer. Então buscar conhecer a Deus é o melhor caminho para realização de nossos sonhos. Se ainda por estes dias você disse “PRECISO DE ALGO QUE ME DE ALEGRIA", experimente isso. Como foi bom pra mim tenho certeza que será para você. Romanos 12:2 – “E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que EXPERIMENTEIS qual seja a BOA, AGRADÁVEL e PERFEITA vontade de Deus”. Um Ótimo Dia.

Shalom / Caio Livio / Igreja EL SHADDAI - São Carlos


Fonte: Deus Bom

http://www.curitibagospel.com/devocional.asp

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Deus está fazendo algo novo.

Muitas vezes escutamos a expressão: “Tem que acontecer algo novo, pois do jeito que está não dá mais”. Mas, hoje Deus diz que fará algo novo, que tem a ver com avivamento. Ele quer avivar Sua Igreja e esse tempo já chegou.



Deus fez algo novo algumas vezes no cristianismo. Ele derramou o avivamento na Igreja, porém com período determinado de tempo. Segundo estudiosos, cada avivamento durou cerca de cinco anos, e, com o passar do tempo, houve um “apagão”. Ele nos fala de um novo tempo, em que o avivamento não vai se limitar a uma denominação ou a um homem. Será derramado o avivamento que vai abalar o planeta. Imagine o fogo de Deus por toda a Terra. Isso está preste a acontecer. Deus não quer nos dar um avivamento temporário, e sim, um genuíno.



Vamos ver na Palavra de Deus o princípio que governa o genuíno avivamento. “Nem se deita vinho novo em odres velhos; do contrário se rebentam, derrama-se o vinho, e os odres se perdem; mas deita-se vinho novo em odres novos, e assim ambos se conservam” - Mateus 9:17.

Deus nos mostra que o novo só vem quando o velho se vai, pois quando o velho não serve mais, Ele levanta o novo para receber o vinho novo. Algumas passagens nos mostram o que acontece quando homens levantados por Deus começam a se preocupar com seus próprios interesses. Como em Siló, quando os filhos de Eli se corromperam e Deus se retirou do meio deles.



Vendo esses fatos bíblicos, devemos nos perguntar: até onde a pessoa tem que ir para que a Glória do Senhor se retire dela? O povo de Deus falava coisas certas, mas fazia coisas erradas. Não houve no meio deles quem se humilhasse e se arrependesse. O coração deles não estava em Deus. Eles cultuavam por obrigação e suas obras se tornaram carnais.



Todo avivamento é acompanhado de um ciclo, pois quando Deus fala em avivamento, o inimigo tenta imputar sentenças para impedi-lo. Mas hoje, Deus dá uma direção para todo o corpo. Grandes homens viveram grandes avivamentos. A glória de Deus passou porque líderes que começaram orando e jejuando, resolveram tomar o controle das mãos de Deus. Aquela paixão começa a se apagar e o ministério vira uma instituição humana com líderes que dependem de habilidades administrativas para ver a obra em funcionamento. Mas, a obra de Deus não vai parar. Quando o velho não serve mais, Ele coloca o novo no lugar.



A princípio, Jesus veio para os judeus, mas após uma visão dada a Pedro, o evangelho começa a ser pregado aos gentios, pois Deus não faz acepção de pessoas. A liderança do povo judeu não recebe Jesus como Messias, eles recusaram o vinho novo. As pessoas continuavam indo ao templo em Jerusalém, mas Deus não estava mais lá.



No Pentecostes, o Espírito Santo visita os apóstolos e Pedro funda a igreja primitiva, pois a obra de Deus não podia parar. Nos dias de Pedro, as pessoas morriam por Jesus e hoje Deus se pergunta o que houve com a semente pura que Ele plantou. A Igreja se degenera quando entra em idolatria. A idolatria nem sempre vem na forma como conhecemos, pois o maior ídolo não é o adultério ou álcool, mas sim a cobiça e o sucesso mundano. São pessoas com o Espírito Santo, mas que estabeleceram um ídolo de ambição e não querem abrir mão. Começam a aceitar ser medidas por padrões mundanos, não se importando se Deus esta aprovando ou não. E Deus olha tudo isso e diz: vocês se tornaram odres velhos!



Você precisa estar onde Deus estiver te aprovando e não o mundo. “Pois, que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, e perder-se, ou prejudicar-se a si mesmo?” - Lucas 9:25. Deus está chamando o povo para receber o avivamento genuíno. Ele vai derramar sobre a Igreja o vinho novo. Deus hoje quer nos dar o algo novo.


É tempo de abandonar a idolatria, pois existem ídolos que estão escondidos no nosso coração e nos impedem de receber o vinho novo. Deus tem feito coisas novas e estamos incluídos nisso. Não se corrompa para que o tempo de visitação não passe de ti. Seja um odre novo e receba o avivamento na sua vida!



Deus abençoe!

Ap. Rina

http://www.boladenevechurch.com.br/mensagem_pop.php?cod=48

terça-feira, 20 de julho de 2010

Nunca esquecerei os teus ensinamentos, pois é por meio deles que tens conservado a minha vida.

"Fale sempre do que está escrito no Livro da Lei. Estude esse livro dia e noite e se esforce para viver de acordo com tudo o que está escrito nele. Se fizer isso, tudo lhe correrá bem, e você terá sucesso."
(Josué 1:8)


"Assim diz o SENHOR: Maldito o homem que confia no homem, faz da carne mortal o seu braço e aparta o seu coração do SENHOR!
Porque será como o arbusto solitário no deserto e não verá quando vier o bem; antes, morará nos lugares secos do deserto, na terra salgada e inabitável.

Bendito o homem que confia no SENHOR e cuja esperança é o SENHOR.
Porque ele é como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e, no ano de sequidão, não se perturba, nem deixa de dar fruto.

Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?
Eu, o SENHOR, esquadrinho o coração, eu provo os pensamentos; e isto para dar a cada um segundo o seu proceder, segundo o fruto das suas ações."
(Jeremias 17: 5-10)

Paz!

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Uma mulher de coragem!

Leia - Lucas 7:36-50

Temos receio de tudo o que é novo em nossas vidas: seja um corte novo de cabelo, um novo emprego, etc. Somos ameaçadas por aquilo que nos impede de avançar: o medo.

A Palavra do Senhor em Lucas 7:36-50 retrata a história de mulher de coragem. O que levaria uma mulher, na condição de pecadora, a estar em um jantar? Ela não fora convidada. O que as pessoas pensariam? Aquela mulher pecadora, porém, não se preocupou com o pensamento dos outros, nem com a situação em que ela se encontrava, antes teve coragem em prosseguir. Precisamos de coragem para realizar aquilo que o Senhor tem preparado para as nossas vidas. O Senhor nos ensina a enfrentarmos o medo, vencermos as barreiras existentes em nós. Quantas oportunidades em sua vida foram perdidas por causa do medo? Aquela mulher pecadora sabia o porquê de estar ali, sabia que seria alvo de comentários, exposição; mas ela venceu a barreira do medo.

Deus deseja que sejamos mulheres de coragem, com espírito de ousadia e intrepidez. Receba este poder: "Porque Deus não nos tem dado espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação." (2 Timóteo 1:7). O medo que muitas vezes tem te tirado a paz, não vai mais tomar conta de sua vida. Lance-o fora: " No amor não existe medo; antes, o perfeito amor lança fora o medo." (1 João 4:18). Lembre-se de tudo que o Senhor já fez em sua vida: "Mas, agora, assim diz o Senhor, que te criou, ó Jacó, e que te formou, ó Israel: Não temas, porque eu te remi; chamei-te pelo teu nome, tu és %u2018minha%u2019." (Isaías 43:1).

Assim como aquela mulher, Jesus deseja que tenhamos foco, objetivo. Ela sabia de suas fraquezas e limitações, mas a vergonha não a paralisou. Quantas vezes esperamos que alguém faça por nós, aquilo que nós devemos fazer? Prossiga, olhe para o alvo que é Jesus. Promova uma mudança, o Senhor espera isso de você. A mulher levou ao Senhor um vaso de alabastro com ungüento. Esse vaso levava o que era mais precioso; ela ofereceu o seu melhor. E você, tem oferecido o seu melhor? As primícias, ou o as sobras de sua vida? Seja em dízimos, ofertas, tempo, oração, busca... Lembre-se que a dor da mudança é melhor do que a dor do pecado. Aquela mulher se prostrou aos pés de Jesus, rasgou o seu coração, pois se importava apenas com a presença do Pai.

O que tem sido prioridade em sua vida? Estamos muitas vezes tão preocupadas com nossa beleza exterior que nos esquecemos do principal, o que nos mantém de pé: a PRESENÇA de Jesus. Tudo quanto você fizer, faça ao Senhor, não se preocupe com homens, não espere recompensa e reconhecimento humano, antes busque as repostas no seu Pai de Amor. Qual é a sua realidade: crítica como os fariseus ou arrependida como a pecadora? Lembre-se que o tamanho do seu amor a Deus, é o tamanho do seu perdão. O Senhor é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda a injustiça. (1 João 1:9).

Seja como aquela mulher que não se envergonhou, antes humilhada e ferida, prostrou-se diante do Senhor, entregou a sua vida sem medo e sem reservas. Não se importou com o julgamento e com olhares. Declare seu amor por Jesus!

Deus a abençoe,

Pra. Milla

http://www.mulheresdobola.com.br/index.php?Estacao=Inverno

terça-feira, 13 de julho de 2010

A bênção da poda

Apesar de ser dolorosa, a poda reflete o compromisso do Senhor conosco.

“Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o lavrador. Todo ramo que, estando em mim, não der fruto, ele o corta; e todo o ramo que dá fruto ele o poda, para que produza mais fruto ainda.” (João 15.1-2.)

Jesus, em sua suprema sabedoria, nos traz este ensinamento. Ele é a videira verdadeira, o Pai o lavrador, e nós, os seus ramos. Ao se referir a si próprio como a videira verdadeira, Jesus está implicitamente dizendo que existem videiras falsas. Para compreender isso melhor, Ele nos traz a figura da poda.

Note que somente os ramos que dão frutos é que são podados. Aquele que não dá fruto, o Pai simplesmente corta. Então, a poda existe para o ramo que trabalhou muito bem durante sua estação frutífera, a poda é para prepará-lo para a próxima estação.

A poda de árvores varia de espécie para espécie. Para a videira, a poda é decisiva. Normalmente ocorre no inverno, entre uma estação e outra (depois do período de frutificação da estação anterior). A poda consiste basicamente em limpar e aparar aqueles galhos e folhas que, embora pareçam bonitos e belos, impossibilitarão a plena frutificação se não forem tirados.

Em nossas vidas, o Senhor nos poda com o objetivo de eliminar justamente esses galhos e folhas que parecem belos, mas não são. A poda é dolorosa para nós. Normalmente envolve abrir mão de alguma coisa não necessariamente má em si mesma, como: prioridades, poder, influência, dinheiro, tempo, títulos, sonhos ou qualquer outra coisa que possa vir a nos tirar do foco. Enfim, a poda vem para nos abençoar, retirando aquilo que poderia nos impedir de frutificar em abundância e qualidade na próxima estação. A poda reflete o compromisso do Senhor com nossas vidas. Se ele não se importasse, simplesmente não podaria e nos deixaria secar sem dar mais frutos. A poda de Deus visa que o ramo alcance seu pleno potencial no reino de Deus.

Ao observar uma árvore depois da poda, ela não terá um aspecto muito aprazível. Pelo contrário, parecerá “vazia”, “feia”. Mas, estará preparada para o que ainda virá, para dar os frutos da próxima estação. Por outro lado, a videira falsa continuará parecendo bela, bonita, e estará cheia de galhos e folhas. Será inicialmente confundida com uma boa árvore por muitos. Mas o tempo passará, e ela não dará frutos em abundância e qualidade. Por isso devemos nos sujeitar à poda do Senhor em nossas vidas, para desfrutarmos da bênção de sermos esvaziados de tudo o que não seja essencial para Ele, ainda que sejam coisas que parecem bonitas e desejáveis.

A poda de Deus não é disciplina. É preparação para um novo tempo, uma nova estação. A disciplina vem por causa de nosso pecado, para gerar em nós arrependimento. A poda vem, não por que pecamos, mas por que temos dado frutos. E muitas vezes nos encontramos desgastados no próprio processo de frutificação, carentes de um renovo, de uma limpeza. Assim, para nos preparar para o que o Senhor sabe que ainda virá, a poda vem. Na disciplina o objetivo de Deus é nos corrigir. Na poda, o objetivo é nos preparar para mais um período de plena frutificação.

Resta a nós o desafio de tentar identificar os períodos em que estamos sendo podados pelo Senhor, e assim, descansar e confiar nele, ainda que aos olhos dos homens não pareça. Os períodos de poda serão dolorosos, serão tempos de renúncia... mas, o Senhor sabe de antemão, para que Ele está nos preparando, e quais são os galhos e folhas que Ele precisará aparar. Sempre existirão ramos mais cheios, que parecerão mais belos aos olhos dos homens, porém não darão frutos. A próxima estação virá, e o Senhor, mais do que ninguém, conhece nosso potencial para o Reino dele, e o quer usar em sua plenitude!

Que o Senhor nos abençoe e continue a nos podar para glória dele !!!

Autor desconhecido.

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Deus nos pede uma Pós-Graduação

Quando Deus está para realizar algo na terra, Ele chama um homem para si e o capacita. Trazendo isso para os dias de hoje, podemos perceber que Deus não está levantando somente um homem, mas sim uma geração inteira.

Nosso Deus trabalha com organização, planejamento e prazos. Nos planos de Deus não há falhas, imprevistos e erros, pois Ele não se esquece de nenhum detalhe. Ele não é surpreendido, pois tudo está sob Seu controle.

Deus nos pega e de alguma maneira nos mostra que têm propósitos nas nossas vidas, mas não estamos preparados, e é nesse estágio que Deus começa a nos treinar, forjar e capacitar. Ele nos constitui para tudo aquilo que tem preparado para nós. Para que isso aconteça Deus usa pessoas que nos façam exercer os ensinamentos dEle. Ele também usa circunstâncias, desertos e o que for preciso, pelo tempo que for necessário para que Ele veja que enfim pode confiar em nós.

Quando dizemos: Eis-me aqui, Deus escuta, analisa e percebe as nossas falhas, como a rebeldia, desobediência, vaidade, soberba e arrogância.

Quando achamos que já estamos graduados nas coisas de Deus, Ele vem é nos pede uma pós-graduação.
"Pois sabemos que todas as coisas trabalham juntas para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles a quem ele chamou de acordo com o seu plano."(ROMANOS 8:28)

Deus te chamou porque Ele tem um propósito na sua vida e tudo vai cooperar para que esses propósitos aconteçam.

Podemos entender melhor isso observando a história do profeta Elias. Deus o escolhe, o ensina, o capacita e derrama sobre ele o espírito de profecia. O ministério desse homem começa quando ele confronta o rei Acabe, dizendo que ele ficaria anos sem ver a chuva e que a terra se secaria. Elias depois desse episódio é levado para Querite e é ali que se inicia seu processo de pós-graduação com Deus.

Deus começa a treiná-lo, e ele aprende a confiar e a acreditar em Deus.
Em seguida Elias se vê em Sarepta, que em hebraico é um verbo que significa fundir/refinar. No Querite, Elias foi treinado, forjado e aprendeu a confiar e acreditar em Deus. Em Sarepta, ele será refinado. Sarepta é a refinaria de Deus.

Elias foi sustentado por uma mulher viúva que não tinha alimento suficiente para ela própria e para o seu filho. Assim como a Elias, Deus nos ensina a suportar o impacto das mudanças, pois Ele sabe o nosso amanhã. Com todas essas mudanças, Deus ensina a Elias uma lição, talvez uma das mais importantes: a humildade.

Precisamos entender que todas as pessoas usadas por Deus passam por situações de humilhação. Pois somente adquirimos a humildade na medida que passamos por essas experiências. Precisamos passar pela humilhação para que Deus nos mostre que não devemos fazer as coisas do nosso jeito, nem no nosso tempo, mas que em primeiro lugar devemos confiar e depender dEle em tudo. Pois nosso sustento e provisão vêm de Deus. E Elias viu isso em Sarepta, pois ali ele não ia ajudar, mas ia ser ajudado. Sabia que Deus não ia fazê-lo chegar até ali para passar fome, e que tudo o que estava acontecendo ia colaborar para o seu bem, para o seu crescimento. Ele foi um grande homem de Deus e mesmo passando por todas essas provas, não se deixou derrotar, pois ele sabia em quem cria, e se lembrou de tudo o que Deus já havia feito por ele, antes de tudo isso acontecer.

Elias foi provado e aprovado por Deus.

Devemos aprender que é a obediência que traz a autoridade que precisamos. E assim como Elias, nós precisamos passar por essas experiências e provações. Esse processo acontece da mesma forma com todos nós. Deus nos chama, nos prepara, nos ensina, nos forja e em seguida nos dá a oportunidade de glorificar, de confiar e depender dEle.

Podemos então nos perguntar:

O que será que Deus preparou para o meu futuro?

Quem eu serei amanhã nas mãos de Deus?

O que é o meu futuro nas mãos de Deus?

O que tenho feito para que isso aconteça?

Temos aproveitado as oportunidades que Deus nos dá, ou na primeira dificuldade reclamamos, saímos correndo ou ficamos questionando o agir de Deus? Quando as coisas se complicam você dobra o joelho e ora, ou vai procurar solução nas coisas do mundo?

Devemos aprender que quando há levantes é ai que nos aperfeiçoamos, pois nosso Deus transforma maldição em benção. Somos treinados para aprender e para agir.

Elias confiou, creu e Deus lhe deu a vitória.


http://www.boladenevechurch.com.br/mensagem_pop.php?cod=59

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Jesus (também) para os de bem com a vida

A mensagem de hoje é dirigida àqueles que necessitam quebrar paradigmas. Talvez você seja alguém que ainda acredita que a religião é o ópio do povo, que o ateísmo é sinal de inteligência e que Jesus é para as pessoas que estão desgovernadas, sem orientação, sem perspectiva, sem objetivo, sem alvo, sem condições. Se é esse o seu caso, estamos aqui para lhe mostrar o contrário, primeiramente lembrando-o da busca espiritual de todo ser humano e assegurando-lhe que ela só poderá ser satisfeita em Cristo Jesus.

Esta mensagem é um convite para que você ultrapasse as barreiras. Pode ser que a imagem que tem da igreja ou a idéia que faz de Jesus seja aquela que lhe foi imposta. Pode ser que, ao ocorrer-lhe a sede e o desejo de se aproximar de Deus, você acabe trilhando vários caminhos e que a sua última opção seja, por fim, uma igreja evangélica, na qual possivelmente nunca tenha entrado.

Desse modo, precisamos mostrar-lhe este lado a fim de que tenha, pelo menos, as informações necessárias a uma tomada de decisão. Se você é uma pessoa de bem com a vida e julga não ter os problemas comuns associados aos que aspiram a fé, minha sugestão é de que pense no que está lendo, pois a sua vida também é importante para Deus.

Você tem um valor incalculável para ele e, do mesmo modo, necessita de comunhão com o Pai. Estando em comunhão com Ele, sua vida poderá ser transformada. Além da energia necessária para a batalha do dia-a-dia, você receberá a salvação, a paz e o amor. Seu estado de espírito vai mudar; e você também um dia vai poder declarar: “Valeu a pena acreditar nesse Deus”, “Valeu a pena acreditar na Bíblia Sagrada”. Então, quando for possível, venha nos fazer uma visita.

Que Deus o abençoe,

Ap. Rina

http://www.boladenevechurch.com.br/mensagem_pop.php?cod=183

terça-feira, 22 de junho de 2010

Culto das Mulheres.



Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor muito excede ao de rubis
O coração do seu marido está nela confiado; assim ele não necessitará de despojo.
Ela só lhe faz bem, e não mal, todos os dias da sua vida
Busca lã e linho, e trabalha de boa vontade com suas mãos.
Como o navio mercante, ela traz de longe o seu pão.
Levanta-se, mesmo à noite, para dar de comer aos da casa, e distribuir a tarefa das servas.
Examina uma propriedade e adquire-a; planta uma vinha com o fruto de suas mãos.
Cinge os seus lombos de força, e fortalece os seus braços.
Vê que é boa a sua mercadoria; e a sua lâmpada não se apaga de noite.
Estende as suas mãos ao fuso, e suas mãos pegam na roca.
Abre a sua mão ao pobre, e estende as suas mãos ao necessitado.
Não teme a neve na sua casa, porque toda a sua família está vestida de escarlata.
Faz para si cobertas de tapeçaria; seu vestido é de seda e de púrpura.
Seu marido é conhecido nas portas, e assenta-se entre os anciãos da terra.
Faz panos de linho fino e vende-os, e entrega cintos aos mercadores.
A força e a honra são seu vestido, e se alegrará com o dia futuro.
Abre a sua boca com sabedoria, e a lei da beneficência está na sua língua.
Está atenta ao andamento da casa, e não come o pão da preguiça.
Levantam-se seus filhos e chamam-na bem-aventurada; seu marido também, e ele a louva.
Muitas filhas têm procedido virtuosamente, mas tu és, de todas, a mais excelente!
Enganosa é a beleza e vã a formosura, mas a mulher que teme ao SENHOR, essa sim será louvada.
Dai-lhe do fruto das suas mãos, e deixe o seu próprio trabalho louvá-la nas portas.
(Provérbios 31:10-31)

domingo, 20 de junho de 2010

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Jesus é vida!

Pra que existo? Porque existo ? Sempre foi a grande questão da minha vida...
Primeiro eu entendi que o lugar mais seguro para encontrar respostas sobre o verdadeiro sentido da vida está no livro do autor da vida, a biblía.
"Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, " ( 2 Timóteo 3: 16)
Pude Compreender que ...
"Amar a Deus de todo o coração e de todo o entendimento e de toda a força" (Marcos 12: 33)
A vida sem Deus não faz sentido...li uma frase que descreve bem como nos sentimos sem Deus ... "Dê ao homem tudo o que ele quer, e logo ele verá que o tudo não é tudo."
Só encontraremos o porque das nossas vidas, quando entendermos que fomos criados para AMAR a Deus.
"A todos os que são chamados pelo meu nome, e os que criei para minha glória, e que formei, e fiz." ( Isaías 43: 7 )
"Assim como nos escolheu nele antes da fundação do mundo"(Efésisos 1: 4)
Deus nos escolheu nele.. antes até mesmo do mundo existir.
"Pois nele vivemos, e nos movemos, e existimos, como alguns dos vossos poetas têm dito: Porque dele também somos geração." (Atos 17: 26)
Não vamos nos preocupar com aquilo que Deus criou para nós.
E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra.(Gênesis 1: 26)
Deus tem um sentido maior que simplesmente nossa vida aqui, essa sabemos é certa que acabará .
"Assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo" ( Hebreus 9: 27)
Ele colocou a eternidade no coração do homem"(Eclesiastes 3: 11)
O Deus de amor é tão bom que ele nos permite escolher viver a eternidade ao seu lado ou apartado dele, e é aqui que fazemos essa escolha!
Tempos atrás li um livro chamado "Uma Vida com Proposito" ... nesse livro falava no ventre de nossas mães fomos preparados pra viver aqui na terra, e aqui na terra somos preparados pra viver a eternidade ao lado de Deus !
Como issso? Aceitando a Jesus como único e suficiente Salvador da sua vida!
"Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação."(Romanos 10: 10)
"De fato, a vontade de meu Pai é que todo homem que vir ao Filho e nele crer tenha a vida eterna;" (João 6: 40)
Como pode uma pessoa que só viveu no erro ter uma nova chance? Jesus diz:
"Não vim chamar justos, e sim pecadores, ao arrependimento."(Lucas 5: 32)
"Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus".( Efésios 2: 8)
Ele pagou o preço... A Ele toda honra, toda Gloria e todo louvor!
"Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.
Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. "(Isaías 53: 4 e 5)
"Jesus é o caminho a verdade, e a vida: e ninguem vai ao Pai a não ser por Ele"
( João 4: 6)
Jesus tem um plano para sua vida !
"Porque, eis que eu crio novos céus e nova terra; e não haverá mais lembrança das coisas passadas, nem mais se recordarão."(Isaías 65: 17)
Ele está te esperando ....
A Paz Galera !

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Aprendendo a confiar em Deus

O tema da mensagem de hoje é a confiança em Deus. Na Bíblia Sagrada, lemos sobre a confiança no capítulo 3 do Livro de Provérbios: “Confia no Senhor de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos e ele endireitará as tuas veredas. Não seja sábio aos teus próprios olhos, mas teme ao Senhor e aparta-te do mal” (v. 5-7).

Esse texto traz-nos algo de especial porque nos ensina que a confiança é uma oportunidade diária. Todos os dias temos a chance de tomar decisões, baseados não apenas no que julgamos correto, mas consultando Deus para tanto. De fato, há situações que nos forçam a buscar a direção e o conselho divinos. Há circunstâncias nesta vida que literalmente nos “empurram” para encontros com o Senhor.

Talvez você possa estar passando por isso. Pode ser, por exemplo, que tenha aplicado todas as suas economias na bolsa de valores e uma virada econômica não o deixe dormir; ou pode ser que tenha investido tudo o que possuía em um relacionamento que chegou ao fim e, desesperado e sofrendo, não encontre mais sentido na vida.

Não perca a oportunidade! Qualquer que seja o seu caso, ele é sempre oportuno para ensiná-lo a confiar em Deus, para impeli-lo a dobrar os seus joelhos e pedir luz e entendimento ao Senhor, e a paciência para superar o que está atravessando.

De fato, Deus faz uso dessas circunstâncias para que você compreenda melhor o que passa no seu interior; e para que, por meio da sua fragilidade, Ele próprio possa se revelar a você.

Mas cabe a você a entrega. É a sua parte olhar para Deus e convidá-lo a participar da sua vida, entregar-lhe os seus caminhos, aprender a se aproximar dele e confiar nele. Que esta palavra fique no seu coração.

Fique na paz,

Ap. Rina

http://www.boladenevechurch.com.br/mensagem_pop.php?cod=213

terça-feira, 1 de junho de 2010

Deus perdoa!


Escrito por Pati Geiger em terça-feira, 1 junho 2010

Olá pessoales!

Tudo certinho com vcs?

Essa semana eu fui fazer meu devocional matinal com o Pão Diário, e a minha irmã tinha levado junto para ler no trabalho. Então, peguei outro que tenho guardado aqui, o do ano de 2008. E Deus falou comigo através dele, que achei que seria legal repassar para vcs!

DEUS PERDOA!

“Ó Deus, nosso pastor, cuida de nós, o teu rebanho. Pois vivemos isolados numa floresta cercada de terras boas e férteis. Como fizeste no passado, leva-nos agora para os bons pastos de Basã e de Gileade. Faze milagres a nosso favor, como fizeste quando nos tiraste do Egito. Nações poderosas verão isso e, apesar de todo o seu poder, ficarão envergonhadas. Os outros povos ficarão com medo, fecharão a boca e taparão os ouvidos. Eles se arrastarão no pó como cobras, como animais que se arrastam pelo chão. Tremendo de medo, eles sairão das suas fortalezas e, cheios de temor, voltarão para o Eterno, o nosso Deus. Ó Deus, não há outro deus como Tu, pois perdoas os pecados e as maldades daqueles do Teu povo que ficaram vivos. Tu não continuas irado para sempre, mas tens prazer em nos mostrar sempre o Teu amor. Novamente, terás compaixão de nós; acabarás com as nossas maldades e jogarás os nossos pecados no fundo do mar. Como prometeste antigamente aos nossos antepassados, tu serás fiel e mostrarás o teu amor a nós, os descendentes de Abraão e de Jacó.” Miquéias 7:14-20
Conta-se a história de uma menina que vivia muito sorridente. Todas as noites, antes de dormir, ela se ajoelhava ao lado de sua cama e compartilhava com Deus tudo o que tinha feito durante o dia. Ela o tinha como seu melhor amigo, a quem podia confiar todos os seus segredos. Mas, conforme os dias se passavam, a menina começou a ficar diferente. Já não sorria mais como antes. Sua mãe, preocupada, resolveu perguntar o que havia acontecido. Com lágrimas nos olhos a menina confessou: “Colei em uma prova na escola e, por isso, perdi meu melhor amigo”. Ela sabia que havia desagradado a Deus e não tinha mais coragem de falar com ele. Além disso, quando tentava, não sentia que ele a ouvia. Então, a mãe abriu a Bíblia e leu o versículo de 1 João 1.9. Ela explicou que, mesmo desapontado com aquela atitude errada, Deus não a havia abandonado. Ele estava ali o tempo todo, esperando que ela se arrependesse e lhe confessasse o pecado, para dar-lhe o perdão. Então a menina se ajoelhou, confessou seu pecado, e tudo voltou ao normal.
Mesmo sendo pecadores, Deus nunca nos abandona. Sempre somos nós que viramos as costas para ele, por medo, vergonha, ou qualquer outro motivo. Mas ele continua ali, do nosso lado, só esperando que a gente se arrependa e volte a ter um relacionamento íntimo com ele. Está sempre disposto a nos perdoar se o nosso arrependimento for realmente sincero. Ter medo por ter cometido algum pecado e se afastar de Deus só traz mais sofrimento. Se você está sentindo que o seu relacionamento com Deus não está bom e o sente distante, lembre-se que existe um modo de mudar esta situação. Ele está bem perto, só esperando que você, arrependido, confesse os seus pecados, para que vocês voltem a conviver como bons amigos.

O caminho de volta a Deus passa pela confissão dos pecados.*

* Pão diário – 26/05/ 08- Ana Cláudia Gusso e Antônio Renato Gusso

Eu gosto muito dessa passagem de Miquéias. Principalmente o que destaquei. Tenho sublinhada aqui na minha Bíblia. Como já comentei num post, tenho aquela Bíblia para jovens, com comentários. Ainda quero deixar esse comentário para vcs!

Deus promete acabar com os seus pecados e jogá-los no mar. Mq 7:19


O pecado pode perseguir você por anos. Inesperadamente, você pode ter uma recaída e lembrar de alguma coisa que você fez há muito tempo e, então, se encolher diante disso. Você talvez se pergunte se Deus faz o mesmo. Será que Ele tem um vídeo dos seus pecados – os antigos e os novos lançamentos? Nas horas vagas, ele pega o dvd e assiste de novo? Em Miquéias 7:19 diz que Deus acabará com as nossas maldades e jogará os nossos pecados no fundo do mar. Sem vídeos. Eles são apagdos de propósito. Ele pisa nos dvds, deixa-os em pedacinhos e arremesa-os para o mar. Ele não pode passar o seu filme de novo, porque Ele não tem mais o filme. Ele fez o que somente Ele pode fazer – apagar o seu pecado para sempre!!! Isso é simplesmente incrível! É graça total! Para Deus, perdoar significa esquecer. Certa vez, alguém me disse que Deus joga os nossos pecados no mar e coloca uma placa de “Proibido Pescar”. Ninguém tem a permissão de ir lá e trazê-los para fora. Pare de rever seus vídeos de pecados. Não os traga de volta para você mesmo ou para Deus. Aceite o perdão dEle e não olhe para trás.

“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.” I João 1:9

Desejo que você deixe Deus falar ao seu coração através dessas palavras, como Ele falou comigo.

Uma ótima semana a todos!

Com amor

Pati Geiger

http://naomordamaca.com/2010/06/01/deus-perdoa/

segunda-feira, 24 de maio de 2010

A iniciativa é sua

Você não acha que está na hora de ter a uma experiência com Deus? É chegado um momento em que aquilo que as outras pessoas nos dizem sobre Deus não é suficiente e precisamos experimentar por nós mesmos, viver a nossa própria experiência, aquela que marca, que transforma e nos faz viver de um modo diferente.

Jesus denominou essa experiência “novo nascimento” e importa que todos venhamos a nascer de novo, não de modo a afirmar que conhecemos Deus, mas nos encontrando com ele verdadeiramente. Isso implica, em particular, em uma vida que agrade Deus em todos os sentidos.

Há uma proposta nisto: a de despertar a sua fé. Um dia muitos já experimentamos desse encontro, nos achegamos ao Senhor e hoje podemos desfrutar do que ele tem de melhor para as nossas vidas.

Fica, então, o convite para que você se aproxime de Deus, também. Nossa missão é lhe dar o exemplo e mostrar-lhe o caminho das pedras. O passo, no entanto, tem de ser seu. Precisa nascer do coração e, nisso, a iniciativa é sua.

Fique na paz,

Ap. Rina


http://www.boladenevechurch.com.br/mensagem_pop.php?cod=212

quarta-feira, 19 de maio de 2010


[cântico dos degraus, de Davi] "Oh! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união. É como o óleo precioso sobre a cabeça, que desce sobre a barba, a barba de Arão, e que desce à orla das suas vestes.Como o orvalho de Hermom, e como o que desce sobre os montes de Sião, porque ali o SENHOR ordena a bênção e a vida para sempre."(Salmo 133)

quinta-feira, 13 de maio de 2010





Todo o poder em Jesus

Em face de testemunhos dos milagres de todos os tipos que escutamos e presenciamos de Jesus, é provável que alguém possa pensar: “Puxa, será mesmo que Jesus ainda faz milagres?”, “Será que uma pessoa pode ter a sua vida transformada por intervenção divina?”. A Palavra de Deus tem as respostas.

O Evangelho de Mateus relata um episódio em que Cristo, depois de ter morrido e ressuscitado ao terceiro dia, aparece, ressurreto, aos seus seguidores para lhes orientar com relação ao que deveriam fazer a partir de então e lhes revela algo sobre a sua própria missão. Ele lhes mostra o que aconteceu após a sua morte e que significado a cruz teve para ele.

Para muitos a cruz foi um martírio para Jesus, o fim da história de um homem bom, que implantou a filosofia da bondade e do amor e marcou a história da humanidade, mas sofreu as conseqüências de seus atos.

A Bíblia, no entanto, faz uma afirmação contrária. De acordo com o versículo 18 do capítulo 28 do livro de Mateus, Jesus declara que lhe foi dado “todo o poder no céu e na terra” e instrui os seus discípulos, nos dois versículos seguintes, dizendo: “Ide, ensinai as nações, batizando-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado, porque eu estarei convosco todos os dias até a consumação dos séculos” (v. 19, 20).

Por suas palavras, vemos, assim, que a cruz não apenas era a ambição secreta de Jesus, como o meio que lhe possibilitou a conquista de todo o poder espiritual existente. Por meio do sacrifício vicário, quando o seu sangue foi derramado, Jesus comprou o direito de ressuscitar os homens espiritualmente, abençoá-los e transformá-los.

Uma vez que o pecado cava um abismo entre o homem e Deus, Jesus veio para se fazer de ponte, proporcionando àqueles que creem nele um meio de se achegar ao Pai, tendo seus pecados perdoados e sua vida restaurada para uma nova comunhão com ele.

Há algo de muito sério nisso, a tal ponto, que Jesus denomina “novo nascimento” a experiência de um encontro legítimo com ele e os benefícios de sua verdade e libertação. E quando ele afirma que todo o poder lhe foi dado, quer dizer que não existe principado, potestade, entidade, bruxaria, magia, feitiço, encantamento, nada nesta terra que sobreponha o seu poder.

O novo nascimento se dá por meio da fé. Por meio dela você pode ser alcançado, curado e transformado, pois nada é impossível ao que crê. Se você crê em Deus e no sacrifício de Jesus Cristo, portanto, uma fonte inesgotável de poder poderá ser liberada para a sua vida. E você poderá ver, com os seus próprios olhos, o milagre acontecer.

Em Cristo,

Ap. Rina


http://www.boladenevechurch.com.br/mensagem_pop.php?cod=289

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Voe alto, muito alto!

Observando o voo dos planadores, lembrei-me das águias de que trata o capítulo 40 do Livro de Isaías e de sua comparação àqueles que põem a sua confiança em Deus. Diz o seguinte o trecho a que me refiro, no versículo 31: “Os que esperam no Senhor renovarão as suas forças; subirão com asas como águias; correrão e não se cansarão; caminharão e não se fatigarão”.

Primeiramente, a associação da águia aos que dão crédito à Palavra e acreditam nas suas promessas, comprova uma atitude de Deus para com os seus filhos: Deus os está querendo ensinar a voar. Depois, por causa das características do voo da águia, Deus os está querendo ensinar a voar mais alto e acima das situações que lhes possam parecer desfavoráveis.

A águia é uma ave peculiar. Em meio a uma tempestade, por exemplo, ao passo que as demais aves (e animais em geral) fogem e procuram abrigo, a águia vai de encontro às nuvens, utilizando a impetuosidade dos ventos para alçar um voo mais alto. A águia sobrevoa a tempestade e será o mesmo com os que “esperam” em Deus.

A proeza da águia é, de fato, bastante aplicável à nossa vida. É provável, por exemplo, que você mesmo, por vezes, encontre-se em situações de verdadeira tempestade, nas quais ao mesmo tempo em que um turbilhão de problemas o ameaçam, você geralmente se isola (para se proteger) e, limitado, não consegue enxergar uma saída. Então, é hora de Deus lhe ensinar a voar à maneira dele.

Isso não significa dizer que em todos os casos você terá situações melhores. O momento do voo alto da águia é aquele em que sentimos o cuidado de Deus e ouvimos a sua voz, falando brandamente no nosso coração, acalmando-nos e convidando-nos a subir até Ele, ter um momento de descanso, apenas pairando sobre as circunstâncias que nos afligem e enxergando as coisas de modo panorâmico e distanciado. O voo alto é, assim, a compreensão da sua própria condição, dos princípios espirituais que a regem e da força que tem a sua fé quando depositada em Jesus Cristo. É uma experiência nobre.

Esse tipo de vida certamente traz paz, mesmo no meio da tempestade. Você aprende a não perder a alegria e a motivação e, por mais intensos os ventos da adversidade, a utilizá-los como meio de subida a um nível mais alto em Deus. Então, não perca tempo. Confie na Palavra do Senhor, comece a enxergar as coisas pela ótica daquele que está acima de todas as coisas, enfrente as tribulações e aproveite-as para voar muito, muito mais alto.

Deus o abençoe,

Ap. Rina

http://www.boladenevechurch.com.br/mensagem_pop.php?cod=306

terça-feira, 4 de maio de 2010

O cesto e a água

Um jovem chegou para seu pastor e perguntou:

- Por que devemos ler a Palavra de Deus? Se eu já aceitei a Jesus como meu Salvador! E mesmo assim, não conseguimos decorar e memorizar tudo e com o tempo acabamos esquecendo? Somos obrigados a constantemente decorar de novo o que já esquecemos.

O pastor não respondeu imediatamente ao jovem. Ele ficou olhando para o horizonte por alguns minutos e depois disse:

- Pegue aquele cesto de junco, desça até o riacho, encha o cesto de água e traga até aqui.

O jovem olhou para o cesto sujo e achou muito estranha a ordem do pastor, mas, mesmo assim, obedeceu. Pegou o cesto, desceu até o riacho, encheu o cesto de água e voltou. Como o cesto era todo cheio de furos, a água foi escorrendo e quando chegou até o pastor já não restava nada.

Este perguntou:

- Então, meu filho, o que você aprendeu?

O jovem olhou para o cesto vazio e disse, sarcasticamente:

- Aprendi que cesto de junco não segura água.

O pastor ordenou-lhe que repetisse o processo.

Quando o jovem voltou com o cesto vazio novamente, o pastor perguntou-lhe:

- Então, meu filho, e agora, o que você aprendeu?

O jovem novamente respondeu com sarcasmo:

- Que cesto furado não segura água.

O pastor, então, continuou ordenando que o jovem repetisse a tarefa.

Depois da décima vez, ele já estava desesperadamente exausto de tanto ir e voltar do riacho.

Porém, quando o pastor perguntou de novo:

- Então, meu filho, o que você aprendeu?

O jovem, olhando para dentro do cesto, percebeu admirado:

- O cesto está limpo! Apesar de não segurar a água, a repetição constante de encher o cesto acabou por lavá-lo e deixá-lo limpo.

O pastor, por fim, concluiu:

- Não importa que você não consiga decorar todas as passagens da Bíblia que você lê, o que importa, na verdade, é que, no processo, a sua mente e a sua vida ficam limpas diante de Deus.

(Autor desconhecido)

“E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração.” (Jeremias 29:13)


http://naomordamaca.com/2010/05/04/a-musica-que-mudou-a-minha-vida/

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Primeiro o Deus da obra!

"Assim fala o SENHOR dos Exércitos: Este povo diz: Não veio ainda o tempo, o tempo em que a Casa do SENHOR deve ser edificada. Veio, pois, a palavra do SENHOR, por intermédio do profeta Ageu, dizendo: Acaso, é tempo de habitardes vós em casas apaineladas, enquanto esta casa permanece em ruínas?" (Ageu 1:2,3,4)

Nesses últimos dias Deus tem impactado meu coração através dessa palavra! ...

"Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação."(Romanos 10: 10)
"Somos salvos mediante a fé isso não vem de voz é Dom de Deus." (Efésios 2: 8)

Eu creio em Jesus Cristo, sei que sou salva, a palavra me garante!
Mas Deus tem mais, muito mais !

Num dia destes, voltando do trabalho, eu percebi um "vazio" dentro de mim. Olhei para as coisas do mundo para tentar preencher algo. foi aí que o Senhor me deu esta palavra.

"Também o reino dos céus é semelhante a um tesouro escondido num campo, que um homem achou e escondeu; e, pelo gozo dele, vai, vende tudo quanto tem, e compra aquele campo".(Mateus 13: 44)

O reino de Deus, um tesouro escondido? Veio um alívio e eu entendi o que significava aquilo que eu pensava ser um "vazio", era Deus falando: - Busque mais, pois eu te escolhi pra te dar grandes tesouros!

Mas onde encontrar esses tesouros?
" E aconteceu que, indo eles de caminho, entrou Jesus numa aldeia; e certa mulher, por nome Marta, o recebeu em sua casa; E tinha esta uma irmã chamada Maria, a qual, assentando-se também aos pés de Jesus, ouvia a sua palavra. Marta porém andava distraída em muitos serviços; e, aproximando-se, disse: Senhor, não se te dá de que minha irmã me deixe servir só? Dize-lhe que me ajude. E respondendo Jesus, disse-lhe: Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária; E Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada."(Lucas 10: 38 à 42)
Maria escolheu a boa parte, intimidade com o Senhor!

Em Mateus 6: 21 está escrito "Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração."

Onde você tem buscado o seu tesouro? Ou onde você o tem escondido?
"Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti."(Salmo 119: 11)

A paz do Senhor!

sexta-feira, 30 de abril de 2010



1° Taça Quebra Coco de Surf Bola de Neve 2010



Esse evento conta com o patrocínio da Rádio Gospel 89.3FM Curitiba.
Co-Patrocínios : Momentum surf, Cia Glass e Shaper Guga Rattmann
com os apoios de: Raphasilk Seregrafias, D` Luar Pratas, Mosh, Da Hui, Surf Beach, Total Jeans, SS Rio, Pulga Surf Shop, Gaya Trips, Josué Souza Imóveis, Hartmann Imóveis, F9 Identidade Visual, Tecnicópias, X-Treme Sport Vision, Situ Acrílicos, ASBI (Associação de Surf Balneário Ipanema), Secretaria e Prefeitura de Pontal do Sul.

Organização: Moto Clube Bola de Neve - Curitiba

Realização: Igreja Bola de Neve Church – Curitiba

Supervisão: Federação Paranaense de Surf

Cobertura Geral: Jesus Cristo

Dias: 01 e 02 de Maio de 2010

Mais informações com Lenilton -(41) 8809-7425

quarta-feira, 28 de abril de 2010



Para entender a Palavra


Na mensagem de hoje, gostaria de destacar a importância de desenvolvermos a nossa fé. A fé, ou seja, a crença em Deus não deve ser apenas verbalizada, mas colocada em prática por meio de um relacionamento concreto com o Pai e um aprofundamento nas Escrituras Sagradas e tudo o que diz respeito ao caráter divino.

Em se tratando que um dos maiores impedimentos para tanto encontra-se na superficialidade, é necessário expressar a busca, a fome genuína de conhecimento da Palavra. Sem ela ninguém poderá afirmar que “anda” com Deus, que o conhece e deposita nele a sua fé.

Há o exemplo de um anseio semelhante no texto de que quero tratar. No capítulo 8 do Livro de Atos lemos, em uma das histórias da igreja primitiva, o episódio em que Felipe, um dos discípulos do Evangelho, é enviado ao deserto por orientação do Espírito Santo. Ao avistar um eunuco que lia um pergaminho com os escritos do profeta Isaías (o Livro de Isaías), Felipe se aproxima de sua carruagem e lhe pergunta se ele estava entendendo o que lia. A resposta do eunuco é fornecida no versículo 31: “Como poderei entender, se alguém não me ensinar?” E convida Felipe a subir e lhe explicar.




O desejo do eunuco de criar raízes, de adquirir o entendimento da Palavra e, por essa razão, de encontrar alguém que a esclarecesse, continua comum nos nossos dias. Milhares de brasileiros estão com as Bíblias abertas, esperando compreender um pouco mais de Deus, saber quem foi Jesus de fato, entender como os princípios divinos se aplicam e podem ser efetivos a suas vidas.

Há, no entanto, um preço a ser pago. É preciso que aquele que deseja a instrução permita-se ser instruído; e que, por sua vez, haja a disposição em instruir. No tocante ao último, esse é o papel da igreja. Na igreja há sempre alguém para acompanhar, orientar e interceder pelos que desejam o conhecimento de Deus. Venha, então, para a igreja. Aqui, aquele que tem sede poderá conhecer o Senhor verdadeiramente.

Fique na paz,

Ap. Rina
http://www.boladenevechurch.com.br/mensagem_pop.php?cod=222

sábado, 17 de abril de 2010

A imposição de limites a si mesmo é o caminho para o centro da vontade de Deus

Gostaria de trazer à memória o trecho do versículo 28 do capítulo 25 do Livro de Provérbios, que diz o seguinte: “Como a cidade derribada, que não tem muros, assim é o homem que não pode conter o seu espírito”.

A comparação entre a cidade sem muros e o homem que não controla o próprio espírito se dá pela falta de limites. Na época em que o texto bíblico foi escrito, uma cidade que não fosse cercada por muros era totalmente vulnerável. Os muros tinham a função de guardar e, por meio do controle de quem entrava e saía de sua extensão, trazer segurança. Por isso, tanto quanto uma cidade sem muros, um homem sem limites encontra-se desprotegido.

A falta de limites é comum nos nossos dias, não apenas no sentido dos “exageros” a que uma pessoa se possa permitir, mas no sentido literal da palavra, em que ela ultrapassa o limite do espaço do próximo e, em função do desrespeito e (muitas vezes) da agressividade, expõe e torna vulnerável a individualidade do outro.

Há que se mudar. É necessário que se compreenda que somente o autocontrole e a “contenção do espírito”, são capazes de trazer o discernimento do certo e do errado, do que é bom e do que é decididamente ruim.

É somente em face da aquietação interior que Deus pode derramar do seu próprio Espírito e, assim, conduzi-lo a uma vida de harmonia para com os que o cercam, o que, por fim, o leva cada vez mais ao centro da vontade do Altíssimo.

Alguém que impõe restrições a si próprio, de fato, está-se deixando edificar por balizas que lhe podem proporcionar a verdadeira qualidade de vida. E é exatamente isso que Deus reserva para os que amam a sua palavra, que amam o seu santo nome.

Fique na paz,

Ap. Rina

http://www.boladenevechurch.com.br/mensagem_pop.php?cod=342

quinta-feira, 15 de abril de 2010

quarta-feira, 14 de abril de 2010



Se uma imagem vale mais do que mil palavras


O que esta vale para vc?

Talvez vc estaja olhando pra essa imagem e dizendo: bom, essa imagem pra mim, representa que Jesus morreu por mim!
E eu também acredito! Eu sei que Deus enviou o filho dEle pra morrer por mim. Que eu deveria morrer, porque o salário do pecado é a morte… e Deus no seu infinito amor, escolheu morrer por mim! E eu louvo a Deus pela tua vida, se vc é um filho dEle! Se vc aceitou esse presente, que é a graça de Deus. O amor dEle por vc!
Lindo né? É o amor de Deus é mesmo lindo!
Mas eu quero que vc olhe para a cruz! Olhe de novo! O que vc vê? Um corpo pendurado? Jesus morrendo por vc?
Eu não! Sabe por que?
A CRUZ ESTÁ VAZIA!
“Mas Deus o ressuscitou dentre os mortos.” Atos 13:30
Jesus morreu e ressuscitou. E eu não sei porque muitos cristãos continuam agindo, apenas com esse pensamento:
“Jesus morreu por mim”
Mas vc já parou pra pensar que Ele morreu a tua morte, pra vc viver a vida dEle?
Ele morreu e ressuscitou por mim! Por vc!
Muitos crentes tem vivido uma vidinha medíocre, e me perdoem pela franqueza, mas é o que eu tenho visto. Aceitam Jesus como seu Salvador, mas é só. Ponto final.
Não conseguem perceber a beleza de Deus ter o ressuscitado! Olhe para o túmulo! Vazio está!
É hora de pararmos de tratar Jesus como morto. Ele venceu a morte!
Sim, devo confessar. Por algum tempo eu vivi essa “vidinha medíocre”. Aos 12 anos aceitei a Jesus como meu Salvador. Confessei a Deus o pecado de estar negando esse presente. O pecado de estar igonorando a Deus. Chorei muito, e entreguei a minha vida pra Jesus.
Entretanto, a minha vida continuava a mesma coisa. Nunca fui o tipo de fazer coisas, digamos “erradas”. Eu não ia a festas, eu não bebia, não ficava… mas, a minha vida, continuava sendo um peso morto. Eu não fazia diferença alguma na vida das outras pessoas. Não fazia nada pra Deus. Não ajudava em nenhum ministério na minha igreja. Apenas ia no culto e achava que isso seria o suficiente. Até admirava as pessoas mais velhas, pelo seu conhecimento biblíco e sonhava um dia ser assim. Mas eu não fazia nada pra mudar. Como vc quer ter conhecimento biblíco se vc não lê a Bíblia? É o mesmo que alguém querer ser fluente em inglês, sem nunca nem fazer uma aula, estudar, se dedicar.
Até o dia que Deus me deu um enormeeeeeee voleio na nuca! (tô gostando de usar essa frase, ha ha)
Deus usou um filme cristão, sobre o Arrebatamento, pra me falar, que Jesus está voltando, e eu estou muito bem na minha “zona de conforto”. Afinal, eu sei que vou pro Céu. Então, não preciso fazer mais nada, certo? Já aceitei a Jesus como meu Salvador…
Errado. Se coloca no lugar do teu pai, tua mãe, teu irmão, teu amigo que ainda não conhecem a Verdade, Jesus. E se vc fosse como eles? Se vc não conhecesse a Jesus, não iria querer conhece-Lo?
Levar alguém pra Jesus não é apenas mostrar pra ele a vida eterna no Céu, libertá-lo do inferno. É poder dar uma esperança também para essa vida! Poder mostrar o Caminho, a Verdade e a Vida!
Então porque continuamos agindo como se Jesus não estivesse vivo?
JESUS está vivo e quer um relacionamento com vc!
“Ora, se já morremos com Cristo, cremos que também com ele viveremos; Sabendo que, tendo sido Cristo ressuscitado dentre os mortos, já não morre; a morte não mais tem domínio sobre ele. Pois, quanto a ter morrido, de uma vez morreu para o pecado; mas, quanto a viver, vive para Deus. Assim também vós considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus nosso Senhor.” Romanos 6:8-11

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Vivifica-nos!

A mensagem de hoje aborda o Livro dos Salmos. Esse livro é composto (obviamente) dos salmos, que constituem escritos poéticos de autores variados, reunidos originalmente para declamação ou canto. Na origem grega do termo, os salmos referem-se a “canções a serem entoadas ao som da harpa”; mas são inclusos como salmos as orações, as lamentações individuais, os poemas sobre a sabedoria e a confiança e as ações de graça, entre outras formas de composição em verso. Estima-se que grande parte dos salmos tenha sido escrita por Davi, mas há também salmos atribuídos a Asafe, aos filhos de Corá (que eram levitas no período do Rei Josafá, de acordo com 2 Crônicas 20: 19) e até mesmo a Moisés. Não importando a sua autoria, no entanto, os salmos são inspirações do Espírito Santo e, como tais, capazes de revelar a essência de Deus para as nossas vidas e expressar, se recitados, o que vai no nosso interior com relação ao Pai. Entre os 150 salmos que compõem, cada um, os 150 capítulos que formam esse Livro, chama a atenção o salmo 119. Com 176 versículos, esse salmo não apenas é o maior capítulo de toda a Bíblia, como, na versão original, é dividido em estrofes de oito versos, cada uma iniciando por uma letra do alfabeto hebraico. E destaca-se o fato de que o salmista constrói cada verso (sejam os de exaltação, queixa ou libertação) fundamentado na dádiva da Lei de Deus. O salmo 119 estabelece a Palavra de Deus como padrão para todas as coisas. Nele, a lei divina é enfatizada como excelente e a observância aos mandamentos como o caminho para a felicidade. Esse salmo também revela o desejo do salmista em cumprir os mandamentos, denotado principalmente no uso de expressões como “cumprirei os teus decretos” (v. 8), “guardo no coração as tuas palavras” (v. 11), “meditarei nos teus preceitos” (v. 15), “terei prazer nos teus mandamentos” (v. 47), “apresso-me [...] em guardar os teus mandamentos” (v. 60), “nunca me esquecerei dos teus preceitos” (v. 93), “amo os teus mandamentos” (v. 127), “alegro-me nas tuas promessas” (v. 162), entre outras. E a maneira de reter os mandamentos dá-se por meio do próprio ânimo conferido pela lei do Senhor. Assim, a retenção da Palavra de Deus é definida como processo de vivificação. Notem-se, por exemplo, como o vocábulo “vivifica-me” é utilizado nos versículos 25, 37, 40, 50, 88, 107, 149, 154, 156 e 159, tanto como meio de guardar os decretos eternos como fim a que se chega ao fazê-lo. Isso é demonstrado no versículo 25, em particular, na súplica do salmista: “A minha alma está apegada ao pó; vivifica-me segundo a tua palavra”. A comoção em que se dá esse clamor revela a condição de alguém que estava abatido e sem forças e necessitava de um toque do Altíssimo para reviver; e cujo caminho para tanto era certo de ser encontrado no poder da revelação divina. Essa dádiva dupla da Palavra está disponível para nós. Não obstante à imensa distância que nos separa da época de composição do salmo 119, o valor eterno da lei do Senhor é poderoso para penetrar todas as esferas corroídas e sem vida da nossa alma e do nosso coração e nos conferir vida em abundância. Apeguemo-nos, então, à Palavra e sejamos vivificados por sua luz e verdade.
Em Cristo,Ap. Rina

http://www.boladenevechurch.com.br/mensagem_pop.php?cod=280

domingo, 4 de abril de 2010


sexta-feira, 26 de março de 2010


Deus está fazendo algo novo.

Muitas vezes escutamos a expressão: “Tem que acontecer algo novo, pois do jeito que está não dá mais”. Mas, hoje Deus diz que fará algo novo, que tem a ver com avivamento. Ele quer avivar Sua Igreja e esse tempo já chegou. Deus fez algo novo algumas vezes no cristianismo. Ele derramou o avivamento na Igreja, porém com período determinado de tempo. Segundo estudiosos, cada avivamento durou cerca de cinco anos, e, com o passar do tempo, houve um “apagão”. Ele nos fala de um novo tempo, em que o avivamento não vai se limitar a uma denominação ou a um homem. Será derramado o avivamento que vai abalar o planeta. Imagine o fogo de Deus por toda a Terra. Isso está preste a acontecer. Deus não quer nos dar um avivamento temporário, e sim, um genuíno.Vamos ver na Palavra de Deus o princípio que governa o genuíno avivamento. “Nem se deita vinho novo em odres velhos; do contrário se rebentam, derrama-se o vinho, e os odres se perdem; mas deita-se vinho novo em odres novos, e assim ambos se conservam” - Mateus 9:17. Deus nos mostra que o novo só vem quando o velho se vai, pois quando o velho não serve mais, Ele levanta o novo para receber o vinho novo. Algumas passagens nos mostram o que acontece quando homens levantados por Deus começam a se preocupar com seus próprios interesses. Como em Siló, quando os filhos de Eli se corromperam e Deus se retirou do meio deles. Vendo esses fatos bíblicos, devemos nos perguntar: até onde a pessoa tem que ir para que a Glória do Senhor se retire dela? O povo de Deus falava coisas certas, mas fazia coisas erradas. Não houve no meio deles quem se humilhasse e se arrependesse. O coração deles não estava em Deus. Eles cultuavam por obrigação e suas obras se tornaram carnais. Todo avivamento é acompanhado de um ciclo, pois quando Deus fala em avivamento, o inimigo tenta imputar sentenças para impedi-lo. Mas hoje, Deus dá uma direção para todo o corpo. Grandes homens viveram grandes avivamentos. A glória de Deus passou porque líderes que começaram orando e jejuando, resolveram tomar o controle das mãos de Deus. Aquela paixão começa a se apagar e o ministério vira uma instituição humana com líderes que dependem de habilidades administrativas para ver a obra em funcionamento. Mas, a obra de Deus não vai parar. Quando o velho não serve mais, Ele coloca o novo no lugar.A princípio, Jesus veio para os judeus, mas após uma visão dada a Pedro, o evangelho começa a ser pregado aos gentios, pois Deus não faz acepção de pessoas. A liderança do povo judeu não recebe Jesus como Messias, eles recusaram o vinho novo. As pessoas continuavam indo ao templo em Jerusalém, mas Deus não estava mais lá.No Pentecostes, o Espírito Santo visita os apóstolos e Pedro funda a igreja primitiva, pois a obra de Deus não podia parar. Nos dias de Pedro, as pessoas morriam por Jesus e hoje Deus se pergunta o que houve com a semente pura que Ele plantou. A Igreja se degenera quando entra em idolatria. A idolatria nem sempre vem na forma como conhecemos, pois o maior ídolo não é o adultério ou álcool, mas sim a cobiça e o sucesso mundano. São pessoas com o Espírito Santo, mas que estabeleceram um ídolo de ambição e não querem abrir mão. Começam a aceitar ser medidas por padrões mundanos, não se importando se Deus esta aprovando ou não. E Deus olha tudo isso e diz: vocês se tornaram odres velhos!Você precisa estar onde Deus estiver te aprovando e não o mundo. “Pois, que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, e perder-se, ou prejudicar-se a si mesmo?” - Lucas 9:25. Deus está chamando o povo para receber o avivamento genuíno. Ele vai derramar sobre a Igreja o vinho novo. Deus hoje quer nos dar o algo novo.É tempo de abandonar a idolatria, pois existem ídolos que estão escondidos no nosso coração e nos impedem de receber o vinho novo. Deus tem feito coisas novas e estamos incluídos nisso. Não se corrompa para que o tempo de visitação não passe de ti. Seja um odre novo e receba o avivamento na sua vida!
Deus abençoe!
Ap. Rina

http://www.boladenevechurch.com.br/mensagem_pop.php?cod=48

quarta-feira, 24 de março de 2010

A Visão, por Billy Kennedy

Escrito por Lenara em quarta-feira, 24 março 2010

Oi gente! Tudo certinho? Ainda com o pensamento focado na minha missão aqui, e como Deus quer contar comigo e com vc, jovem criativo e sonhador… na mesma pegada da semana passada, (fugindo do “quase” e conquistando o abundante, fugindo do morno e buscando ser quente) hj eu quero postar um texto que não é meu, mas que mexe MUITO comigo desde 2005, que foi quando o “descobri”, hehe. É do Billy Kennedy. Queria compartilhar com vcs, pq, quando o li pela primeira vez (depois ainda li mais zilhões de vezes) terminei com os olhos cheios de lágrimas e convicta de muita coisa que antes eu apenas supunha. Esse texto foi instrumento de Deus pra acender uma chama, pra me lembrar da minha identidade em Deus, de guerreira, conquistadora, radical por Jesus.
Lembro-me que por cerca de um ano eu lia esse texto todas as manhãs, antes do meu momento de devocional e dizia: “Deus, eu quero que isso seja verdade na minha vida.” E então parece que tudo que eu lia na Palavra me confirmava cada linha desse texto, Deus dizendo “pois eu sonho junto com vc, que isso seja REAL em sua vida”, Deus me mostrava que era possível, e mais que isso, me ensinava, passo a passo, que nao era uma vida pesada q Ele me oferecia. Era uma vida de renuncias sim! Mas de prazer! Como é possivel renunciar (perder) e ainda assim ter prazer?! Pergunte isso pro mesmo Deus que através da MORTE traz VIDA.Minha oração hoje, é para que, de coração, essa “visão” de Billy Kennedy te incomode e te desperte por dentro como fez comigo.Deus abençoe!




“Então esse cara chega pra mim e diz: “qual é a visão? Qual é a idéia?”. Eu abro minha boca e é assim que as palavras saem…A Visão?
A visão é Jesus – obsessivamente, perigosamente, inegavelmente Jesus. A visão é um exército de gente jovem. Você vê ossos? Eu vejo um exército. E eles são LIVRES do materialismo. Eles riem diante de prisões burocráticas. Eles comeriam caviar na segunda e pão velho na terça. Eles nem notariam. Eles são móveis como o vento: eles pertencem às nações. Eles não precisam de passaporte. Eles escrevem seus endereços a lápis e se admiram de sua estranha existência. Eles são livres mas são escravos dos sujos, dos que sofrem e dos que morrem.Qual é a visão? A visão é santidade que fere os olhos. Faz uma criança rir e deixa os adultos fulos da vida. Desistiu do jogo da integridade mínima já faz muito tempo para alcançar as estrelas. Ela ri do bom e se esforça pelo melhor. É perigosamente pura. Luz entrecorta cada motivo secreto, cada conversar particular. Ama as pessoas para longe dos seus pulos suicidas, de seus jogos satânicos.
Este é um exército que desistirá de tudo pela causa. Um milhão de vezes por dia, seus soldados escolhem perder para que um dia possam ouvir o “Muito bom, fiéis filhos e filhas”. Esses heróis são tão radicais na segunda de manhã quanto no domingo à noite. Eles não precisam da fama de nomes. Em vez disso, eles discretamente sorriem olhando para cima e ouvem o grito do povo de novo e de novo, “VENHAM!”.
E o exército é disciplin(discipul)ado. Jovens que escravizam seus corpos à submissão. Cada soldado levaria uma bala por seu colega de armas. As tatuagens nas suas costas dizem “para mim, viver é Cristo e morrer é lucro!”. É o sacrifício que alimenta o fogo da vitória nos seus olhos voltados para cima. Ganhadores. Mártires. Quem pode pará-los? Podem os hormônios segurá-los? Pode o falhar vencer? Pode o medo amedrontá-los ou a morte obliterá-los? E essa geração ORA como um homem às portas da morte, com gemidos que vão além das palavras, com gritos de guerra, lágrimas sulfurosas e com doses cavalares de risadas! O que for preciso eles darão. Quebrando as regras. Sacudindo a mediocridade das costas. Desistindo dos seus direitos e de seus pequenos males, tão preciosos, rindo dos rótulos, jejuando essencialidades. Os marqueteiros não conseguem moldá-los. Hollywood não consegue segurá-los. Pressão de grupo é impotente para fazer tremer sua resolução em festas de fim de noite antes que o galo cante. Eles são incrivelmente legais, e perigosamente belos por dentro. Por fora? Eles mal se importam. Eles vestem a roupa como uma fantasia para comunicar e celebrar, e nunca para se esconder.
Se eles entregariam sua imagem ou popularidade? Eles entregariam suas próprias vidas – trocariam de lugar com o homem no corredor da morte, culpado como o inferno. Um trono por uma cadeira elétrica. Com sangue e suor e muitas lágrimas, com noites mal-dormidas e dias infrutíferos, eles oram como se tudo dependesse de Deus e vivem como se tudo dependesse deles. Seu DNA escolhe JESUS (ele expira, eles inspiram).
Seu subconsciente canta. Eles fizeram uma transfusão de sangue com Jesus. Suas palavras fazem os demônios gritarem nos shoppings. Você não os OUVE chegando? Vivas aos esquisitos! Chamando os “losers” e os desajustados. Aqui vem os amedrontados e esquecidos com fogo nos olhos! Eles andam com a cabeça erguida e as árvores aplaudem, os prédios fazem mesuras, as montanhas são tapadas por essas crianças de outra dimensão. Suas orações atraem as criaturas celestiais e invocam o Sonho do Éden. E essa visão será. Ela será verdade; ela virá fácil; ela virá logo. Como sei? Porque essa é a saudade da própria criação, o gemer do Espírito, o próprio sonho de Deus. Meu amanhã é o hoje dEle. Minhas esperanças longínquas são o 3D dele. E minha oração, frágil e sussurrada sem fé, provoca um “AMÈM!!!” trovejante, que ressoa e faz tremer os ossos por parte de incontáveis anjos, dos heróis da fé, de Cristo em si. E ele é o sonhador original, o ganhador final. Garantido!”
Billy Kennedy, Sublime Community Church, Southhampton.


http://naomordamaca.com/a-visao-por-billy-kennedy/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=a-visao-por-billy-kennedy

sexta-feira, 19 de março de 2010

O deserto e a terra prometida
Hoje, assistindo a imagens de praias paradisíacas, passeios sobre dunas e dias de sol e calor, lembrei-me do deserto e da jornada dos israelitas para chegar à terra prometida. Parafraseando a história de Moisés, comparei as praias aos lugares de deleite que todos almejamos alcançar, e as dunas, aos obstáculos que se nos surgem na caminhada até eles. É engraçada a relação entre as bênçãos e promessas de Deus para as nossas vidas e as dificuldades que temos de vencer para conquistá-las. É uma relação entre deserto e terra prometida. É fato, por exemplo, que todas as vezes que imaginamos alguma coisa boa se realizando não a veremos acontecer de um dia para o outro, mas somente depois de um período de adversidades, que geralmente compõe o processo da conquista. Coisas semelhantes sucederam a Jesus. A Bíblia relata que, antes de o ministério do nosso Senhor ter início, o Espírito Santo o conduziu ao deserto, onde permaneceu, em jejum, por quarenta dias e quarenta noites, sendo tentado e sujeito a provações. O deserto, no entanto, é um lugar de aprendizado. No deserto, aperfeiçoamo-nos e nos desenvolvemos, numa generosa ocasião de crescimento. As lutas e situações que temos de aprender a administrar são oportunidades para atingir um novo patamar de experiência e maturidade, de modo que, antes de constituir-se um motivo de murmuração e descontentamento, o deserto é uma condição a que se dar graças. No momento certo, aquele que, Ele próprio, venceu o deserto porá um fim ao seu sofrimento. Tudo está nas mãos de Jesus Cristo, a quem também pertencem o ouro e a prata, o doar e o reter e o domínio sobre todas as circunstâncias. Quando Ele der ordem ao deserto da sua vida para que termine e aos anjos para que o sirvam, nada o poderá impedir de ultrapassar todas as barreiras e experimentar as bênçãos do Pai nesta terra... prometida.
Que Deus o abençoe,
Ap. Rina